Psicologia - Sexologia - Terapia de Casal
Adriana Rossini de Carvalho Visioli

TERAPIA DE CASAL

E TERAPIA SEXUAL

TERAPIA DE CASAL

A busca pela Terapia de Casal vem aumentando em busca de novas tentativas para a resolução dos conflitos, como também proporcionando uma nova "chance" para que continuem juntos.

 

São diversos os conflitos que um casal pode vivenciar, e cada casal vivencia de uma maneira diferente. E é dessa forma (subjetiva) que cada integrante do relacionamento é visto na psicoterapia.

Na terapia de casal, é um momento em que o casal olha para si e para o outro, ampliando o autoconhecimento e o conhecimento pelo outro também. 

Nas sessões, o terapeuta proporciona um setting/contexto terapêutico neutro, no qual ambos os conteúdos (história de vida, vivências, emoções, e afins) do casal podem levar o seu "olhar" acerca de uma mesma situação. É importante ressaltar que a psicóloga não emite juízos de valor, é imparcial, estimulando uma comunicação mais assertiva e empática, conduzindo a sessão com a finalidade do casal identificar a "situação problema",  compreende-las e encontrar formas de amenizar desconfortos e a resolução dos conflitos.

A terapia de casal pode ser o contexto ideal para que o conhecimento mútuo seja ampliado e a conexão seja aumentada. Resultando uma maior intimidade e satisfação com a relação. 

Não é fácil buscar uma ajuda, mas o casal precisa compreender que em algumas situações se torna necessário para que vivam em harmonia. E para isso é necessário que ambos aceitem esta ajuda.

As sessões são conduzidas conforme forem identificadas as necessidades. São realizadas sessões individuais e com o casal. 

TERAPIA SEXUAL

A terapia sexual se destina a pessoas que possuem dificuldades com relação à sexualidade, ou seja, que identificam que estão com problemas sexuais.

 

Algumas dificuldades que a pessoa pode buscar ajuda profissional é quando existe uma dificuldade em manter uma vida sexual satisfatória, as dificuldades recorrentes na ereção (disfunção erétil), lubrificação, ausência de orgasmo (anorgasmia), a ausência de desejo sexual, ausência de controle ejaculatório (ejaculação rápida), os medos, receios e ansiedades durante as atividades eróticas, a fuga do contato sexual, as dores e dificuldades na hora da penetração (vaginismo e dispareunia), as dificuldades de lidar com a orientação sexual, as sensações de fracasso eminente, a falta de confiança sexual, além de outras dificuldades no relacionamento são sintomas frequentemente vividos por indivíduos com disfunções sexuais. 

psicoterapia sexual é uma atuação clínica (exercida por um psicólogo), com a finalidade de trabalhar com esses tipos de problemas citados acima.

 

A terapia oferece subsídios para que o indivíduo possa buscar um autoconhecimento, perceber como ele lida com o prazer sexual, com o seu próprio corpo e mente, e como interage nos relacionamentos interpessoais, inclusive nas relações mais íntimas.

Esse tipo de atendimento psicoterápico pode ser realizado no formato individual e/ou de casal. A singularidade de cada caso é avaliada, para que seja possível criar uma perspectiva de tratamento. 

Seja o casal, ou apenas o indivíduo buscando essa ajuda, a psicoterapia sexual visa melhorar a forma com que a pessoa vivência a sua própria sexualidade e intimidade, harmonizando e equilibrando seu emocional frente as dificuldades apresentadas.

Adriana Visioli

Psicóloga - Sexóloga - Terapeuta de Casal

(45) 999149967 - (45) 32250123

©2020 por Psicologia e Sexologia Adriana Visioli. Orgulhosamente criado com Wix.com