A intimidade no olhar

Quer algo mais íntimo do que os “olhos nos olhos”? A intimidade física, o toque, é muito importante, mas apenas ela pode não sustentar o vínculo de uma relação amorosa. É necessário muito mais.

 

Muitas pessoas limitam a intimidade ao sexo, sendo assim, deixando esta intimidade um tanto superficial, podendo esta relação se tornar monótona e não estimulante.

Além da intimidade física, é super importante a intimidade emocional para estreitar mais o vínculo do casal. Esta intimidade emocional envolve as expressões, seus sentimentos, o que existe em cada um, se manifestando em forma de comportamentos, toques, falas e olhares.

Vou falar hoje do “olhar”, algo que está se tornando escasso nas relações. Os casais estão perdendo o costume de se olhar. É só ir ao shopping center e observar quantos casais estão no local, sentados um de frente para o outro, e com os celulares nas mãos. Podem até estar conversando, mas olhando para o celular. E em casa é a mesma coisa, caso conversarem, um ou os dois olhando para o celular, para a televisão, menos olhando para os olhos um do outro. Com isto, os casais estão perdendo a intimidade, se distanciando cada vez mais.

O olhar significa atenção, pode demonstrar carinho e cumplicidade. É uma linguagem corporal, que juntamente com os gestos e posturas confirmam ou não a validade do que falamos. Por exemplo, dizer “eu amo você”, sem ter um contato visual com a pessoa, olhando para o chão ou para o teto, pode não significar muita coisa para quem está escutando, diferente de falar olhando diretamente nos olhos.

O olhar expressa emoções, e por isto, muitas pessoas tem medo ou a insegurança de que o outro saiba o que está sentindo, desviando o olhar. Isto se torna um problema em um relacionamento afetivo, não apenas afasta a intimidade do casal, como também pode ser interpretado como mentiroso, mesmo não sendo.

Falamos com os nossos olhos, demonstramos interesse, atenção, curiosidade e proteção. Valorizamos o outro quando olhamos para ele, quando o desejamos apenas com o olhar, e esse olhar fala isto.

A intimidade do olhar pode ser praticada em qualquer hora e ambiente que o casal frequenta juntos, podendo ser em casa ou em uma festa.

O casal que se olham profundamente, se sentem mais confiantes e cúmplices um do outro.

Um exemplo do poder do olhar, é a possibilidade dele provocar um desejo sexual no outro, olhando fixamente de uma maneira sedutora, admirando-o com esse olhar, e quando a pessoa que está sendo “fitada” tem essa percepção, é um estímulo a mais para servir de provocações sensuais e eróticas.

Vou dar algumas dicas para melhorar o grau de intimidade a dois:

  • Quando um quiser conversar, se for possível, pare o que está fazendo e dê atenção olhando para ele. Largue o celular.
  • Ouça atentamente quando o outro fala, olhando diretamente para ele. Se for difícil não ficar olhando para a televisão, desligue-a.
  • Quando forem almoçar ou jantar, sente-se de frente um para o outro, assim facilitará essa comunicação visual.
  • Quando falar, fale direcionando o olhar para a pessoa. Não fique falando e olhando para os outros, ou para objetos.
  • Sem falar palavras, troquem olhares quando estão sozinhos e quando estão em ambientes sociais, seja em um bar, em uma roda de amigos, e até mesmo em um almoço de família. Admirem-se com os olhares.
  • Quando forem se beijar, trocar carinhos e carícias, se olhem.
  • Durante o ato sexual, olhem-se!
  • Elogie o outro olhando para ele.
  • Não esqueça de olhar para o outro quando estiver em uma roda de amigos, isso valorizará a relação.
  • Casais namorados, noivos, casados… não deixem de se olharem nos olhos, namorem com olhares um com o outro, fortaleçam de forma saudável a intimidade desfrutando desse órgão sensorial tão importante, os nossos olhos.

Um beijo, Adriana Visioli

voltar para Artigos

left show fwR center b02ns normalcase bsd|left tsN fwB|left show fwR|c05 b01 bsd|||news login b01 fwB tsN fwR tsY c10 bsd|normalcase b01 tsN c10 bsd|normalcase c10|login news b01 normalcase c05 c10 bsd|tsN normalcase c10|b01 normalcase c10 bsd|content-inner||